Blog dum gajo do Porto acerca de gaijas, actualidade política e sem futebol. Aqui o marmelo não gosta de futebol

quinta-feira, 23 de julho de 2009

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Fim de domingo chuvoso.

Posted by Picasa

Dentro do carro, no meio da multidão, nas festas de S.Sebastião em Matosinhos.

Posted by Picasa

Ataque aos passarinhos !


O pobre do gato não teve sorte nenhuma. Os passarinhos eram muito mais rápidos e, aparentemente, mais finos que o tareco.
Posted by Picasa

Patos no rio Douro

Posted by Picasa

Lota de Matosinhos, ao fim da tarde, com os guindastes da doca de Leixões ao fundo.

Posted by Picasa

sábado, 11 de julho de 2009

Nos blogues ultra-montanos do Sabino e do Mats fala-se muito de certezas.

Certezas absolutas dum Jeová ultra-justo e de seu filho, Deus com Ele, ou mais ou menos que aí a doutrina diverge.

Abespinham-se, como o muçulmano contra o presunto, contra a evolução, os ateus e tudo que possa por em causa a fé cristã.

Percorrem toda a net para encontrar a mais pequena dúvida na ciência e contrapõe a ciência bíblica, coisa certa e provada, que dá as respostas certas e provadas a todas as dúvidas.

Um Deus doce piedoso que transborda de amor pelo humanos e que criou a terra e os céus há 6000 anos.

Fez depois um pequeno genocídio, coisa pequena e sem importância, que somou a uma extinção em massa.

Como compensação destes pequenos desmandos, não dele mas dos humanos que tem costas largas, faz de si homem, ou deus, aqui outra vez a doutrina diverge e, morre e ressuscita para compor a coisa.

Pelo caminho discrimina positivamente os judeus permitindo violações em massa, genocídios, incesto, prostituição, mentira, vigarices várias e outras actividades que engrandecem a alma.

Uma entidade que de moral é pim-pam-pum e que faria indignar qualquer ditador que se preze.

Um pequeno exemplo seria a matança de crianças no Egipto por ter tido um diferendo com o ditador local. Em vez de chatear o ditador mata os filhos dos Egípcios. Lindo exemplo moral que deve ser lido a todas as crianças antes de irem dormir.

- E o bom Deus, matou os meninos dos Egípcios, para chatear o bestunto ao chefe deles, que se chamava faraó.

- Como se vê Deus é bom e gosta dos meninos!

Nesta altura está o puto a fazer xixi na cama e a pedir ao pai que afaste o tal Deus que é mau e mata os meninos.....

- Mas Deus é bom, contrapõe o pai!

- Outra vez permitiu que os judeus matassem os inimigos e ficassem com as mulheres para eles. Juntaria o pai para convencer a criança da bondade de Deus.

Agora é que o puto ia dormir para a cama deles para evitar que o tal senhor Deus, que o pai diz que é tão bom, o matasse a ele e ao pai para dar a mãe aos judeus.

Cada qual é livre de acreditar nos disparates que quer. Afastada a religião da esfera pública podemos fruir de liberdade.

Agora que há disparates que deveríamos manter para nós mesmos....

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Primeiro contacto com Angola. O Consulado.

O consulado de Angola em Lisboa tem imensos utentes. Entre portugueses e angolanos passaram por lá, estimativa feita a olho, centenas de pessoas. Apostaria numa quinhentas.
As instalações são novas, o ar condicionado funcionava muito bem e os paineis electrónicos são claros e informativos.
Quanto ao tratamento dado ao utente não há nada a assinalar. Os seguranças são simpáticos mas firmes e as pessoas do atendimento são simpáticas e eficientes.
Embora o horário de funcionamento seja das 8.30 às 13 horas quando o número de senhas excede as previsões de atendimento as portas exteriores fecham e só se pode ir no dia seguinte. Assim há a certeza que toda a gente que tem senha é atendida.
Francamente pareceu-me que não fica nada a dever a um serviço prestado por um consulado de paises, alegadamente, do primeiro mundo.
Os funcionários que me atenderam a mim e à minha mulher tiveram a simpatia latino-africana de nos receber não com um o-que-é-que-posso-fazer-por-si e um sorriso mecânico mas com um bom dia, um aperto de mão e um sorriso que a mim me pareceu genuino.
Viram os papéis, diga-se em rigor da verdade um a um, e lá nos atenderam. Foram rápidos Lá nos despediram com um desejo de boa viagem, novo sorriso e um aperto de mão.

Tenho de acrescentar que tinhamos os papeis todos em ordem. Notei que uma percentagem grande de pessoas tinha falta de uma coisa ou outra e até nem eram muitos simpáticos nas apreciações que faziam.

Nota muito positiva para um primeiro contacto e a sugestão que alguns serviços públicos do primeiro mundo lá vão fazer uma visitita que pode ser que aprendam alguma coisa.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Dúvidas religiosas

ara um cristão o cristianismo é facílimo de entender. Para um não cristão a coisa já não se torna assim tão fácil.

Ora vamos lá a ver se consigo sistematizar o cristianismo.

Fontes:

Para os cristãos as fontes da sua fé são os livros da bíblia ou os livros da bíblia e a tradição ou uma determinada tradução da bíblia ou ainda livros posteriores à bíblia, as mensagens dos modernos profetas e os actos do Papa em matéria de fé.

Interpretação das fontes:

A interpretação, pode e deve, ser apenas pela leitura da bíblia. A leitura da bíblia tem de ser contextualizada pela tradição e doutrina emanada pela hierarquia. Há livros fora da bíblia que dão o verdadeiro sentido da palavra de Deus. Toda a revelação está na bíblia ou há profetas e revelações após a bíblia.

A mensagem cristã:

Deus criou um primeiro casal que segundo outras interpretações pode não ter existido. Este casal desrespeitou, independentemente da sua existência ou não, uma ordem de Deus e provou da fruta da sabedoria tornando-se igual a eles, o Deus único. Esta narrativa pode ser considerada factual ou apenas uma alegoria. Todavia esta desobediência original transmitiu-se hereditariamente. Todos os seres humanos nascidos depois carregam consigo o pecado dos pais.
Como forma de redimir toda a humanidade o Deus único, omnipotente, omnipresente e imortal torna-se um homem através da fecundação assexuada duma humana. Não é consensual se a virgindade anatómica da humana foi preservada ou não, sendo a sua negação ou aceitação acto que agrada ou repulsa muitíssimo a Deus conforme as interpretações.
Este Deus imortal feito homem é morto pelos homens e ressuscita passado pouco tempo juntando-se a si próprio. Este Deus feito homem pode, consoante as interpretações ser o mesmo Deus ou serem três entidades diferentes mas que na realidade são só uma.

Desta morte e ressurreição podemos inferir que nos basta apenas a fé no Deus que morre e ressuscita para sermos salvos, ou que apenas a fé não nos salva mas que ela deve ser complementada por actos que agradam à divindade ou que somos predestinados antes de nascermos para sermos ou não salvos.

Os actos que agradam e desagradam a Deus são:

A homossexualidade é absolutamente proibida, a homossexualidade não é proibida quando não praticada. A homossexualidade é permitida.

Não é possível o divórcio. Em certos casos pode haver divórcio.

Devemos respeitar o sábado. Devemos respeitar o domingo. È indiferente.

Não podemos fazer transfusões de sangue. Podemos fazer transfusões de sangue.

Devemos ser monógamos. A poligamia é permitida.

Os métodos anticoncepcionais são permitidos. Nem todos os meios anticoncepcionais são admitidos.

Podemos e devemos venerar imagens de santos. A adoração de imagens é o caminho mais curto para o inferno.

O inferno existe e é um local real. O inferno existe mas não é um local físico. Não há inferno.

Os bispos, padres e pastores só podem ser homens e devem ser castos. Podem casar. Podem ser homens ou mulheres e devem casar. Só podem ser homens mas tem de ser casados. Quem for homossexual não pode ser pastor. Podem ser ordenados homossexuais desde que não pratiquem. È indiferente.

Deus é um só. Deus é trino.

O papa é infalível em matéria de fé e é o representante de Deus na terra. O papa é o porta-voz do diabo.

Os pastores podem absolver os pecados dos crentes mediante a confissão. A confissão ao padre não é válida. O padre transubstancia a hóstia e o vinho durante a missa. A transubstanciação é uma abominação.

Devemos guardar os preceitos do velho testamento. O novo testamento anula tudo o que está no velho testamento. O velho e o novo testamento não fazem sentido sem as modernas profecias.

Não devemos aceitar novos profetas depois da bíblia. Há profetas depois da bíblia. Não há profetas depois da bíblia mas há instituições, entre elas o parlamento Inglês, que podem decidir sobre coisas de fé. A tradição é importante. A tradição não é importante.

Em relação à ciência a evolução ou uma terra antiga são contrárias à fé cristã. A evolução não é de forma nenhuma contrária à fé cristã.

Como se vê, sem má vontade, a teologia é extraordinariamente clara e é extremamente consensual.

Qualquer pessoa que leia as fontes e as interprete chega, sem trabalho de maior, ao conjunto de actos que agradam a Deus e lhe podem salvar a alma.