Blog dum gajo do Porto acerca de gaijas, actualidade política e sem futebol. Aqui o marmelo não gosta de futebol

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

http://youtu.be/XgKHdanxE6A
http://youtu.be/JdRPRvhXSCo
http://youtu.be/bwSe8ug_doo
http://www.youtube.com/watch?v=IUB5AzBRpy0&feature=colike

Muito bom.

http://youtu.be/s-5yC_XbHV8

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Chavela

Chavela e Frida. Finalmente juntas.

Adiós Chavela....

Poema dum bom poeta. Do que é muito mais: um dos meus mais velhos amigos.


Fernando Castro Branco – “O céu das gruas”


Lázaro Inocêncio do Nascimento,
manobrador de gruas na auto-estrada
transmontana sai do túnel do Marão
para a negra luz do desemprego
e das carências em família. Manobrou
com perícia a cegonha de ferro no céu
da montanha, dialogou com Deus
e com os pássaros sociáveis; olhou
para o fundo de si e concluiu que na terra
ou nas nuvens a vida é sempre abismo
onde a altura é uma questão menor. Hoje
desceu de vez as escadas íngremes,
findou a concessão do troço e do capital,
agora está entregue a si que o mesmo é dizer
ao destino de ninguém. Lázaro do
Nascimento diz que com esta descida
à terra morreu um pouco, e assim à terra
descerá definitivamente em tempo certo
sem estranheza de maior. Não carece
pois o Mestre o ressuscitar por mais
que alastre o pranto das irmãs
e os direitos da quadra. Na ferrugem
definitiva dos materiais o sinal perene
de que não vale a pena o esforço
de retirar os panos uma e outra vez.